14 de dezembro de 2018 Mulheres levam mais público ao cinema

A Variety publicou uma pesquisa realizada pela Creative Artists Agency e pela companhia de tecnologia Shift7 que aponta que protagonistas mulheres vêm ganhando cada vez mais espaço nas bilheterias globais e já superam os filmes estrelados por homens. E a lista não se restringe a blockbusters como Mulher-Maravilha (Warner), estendendo-se a todos níveis de orçamento, desde os longas mais custosos até produções independentes e low-cost.

O estudo avaliou os 350 filmes que mais renderam entre 2014 e 2017, separados entre as categorias: abaixo de US$ 10 milhões; entre US$ 10 milhões e US$ 30 milhões; de US$ 30 milhões a US$ 50 milhões; de US$ 50 milhões a US$ 100 milhões; e acima de US$ 100 milhões. O critério para definir quais longas são ‘liderados por mulheres’ exige que o longa seja protagonizado por uma mulher, que ela seja a mais bem paga do elenco e que apareça com destaque nas notas de imprensa e publicidade.

Mais diversidade e mais dinheiro

A pesquisa notou ainda que todos os longas que ultrapassaram a marca de US$ 1 bilhão no boxoffice global passaram no Teste de Bechdel, que define as seguintes condições para cada obra: ter ao menos duas mulheres na trama; ter ao menos uma conversa entre duas mulheres; e que o tema da conversa entre as duas mulheres seja algo que não homens.

A ex-presidente da Sony Amy Pascal opina: “Essa é uma prova poderosa de que o público quer ver todos representados na tela. Os estúdios precisam notar isso”. Lisa Chazin, produtora, concorda: “Compreensivelmente, os estúdios pensam muito no resultado final [ao fazer um filme]. Então, é ótimo ver uma base de dados que facilitará a tomada de medidas mais inclusivas por parte dos executivos da indústria”.

Fonte: http://www.filmeb.com.br/noticias/mulheres-levam-mais-publico-ao-cinema