22 de março de 2017 Power Ranger azul estará no espectro autista em novo filme dos heróis

Assim como as crianças que os assistiam na infância, os Power Rangers cresceram. Mas, no caso deles, não foi em idade, e sim em diversidade. O ator RJ Cyler, que interpreta o Ranger Azul em “Power Rangers – O Filme” disse, em entrevista ao Screen Rant, que seu personagem estará no espectro autista. Cyler não cravou um transtorno específico, mas o espectro engloba, entre outros, autismo, síndrome de Asperger e transtorno global do desenvolvimento sem outra especificação (PDD-NOS, sigla em inglês).

“Eu queria mostrar um ponto de vista diferente das pessoas que estão no espectro ou pessoas diagnosticadas com autismo. Porque eu sinto como se nós estivéssemos olhando de fora, e eu assumo minha culpa nisso também, pois tem muita coisa que eu não sabia antes [do personagem]”, disse Cyler. Ele relata que simplesmente ‘fechou a boca’ e se dispôs a aprender para interpretar o Ranger Azul. Aliás, a cor não parece ser acidental: o azul é usado para representar o autismo.

“Eles sentem o mesmo que nós, eles têm as mesmas emoções, querem ser amados, querem pessoas para amar, querem relacionamentos, conexões. E eu fiquei muito animado de interpretar [esse papel] porque sei que significa tanto para muita gente, porque todos nós somos afetados por isso. E é algo que eu honestamente acho que precisamos ter nesse filme.”

Power Rangers estreia nesta quinta, 23, e os ingressos antecipados já estão à venda na Rede Lumière.

Comentários