17 de janeiro de 2017 Associação Brasileira de Críticos de Cinema premia os dramas “Aquarius” e “Elle”

Dois filmes marcados por suas fortes protagonistas foram eleitos os melhores de 2016 pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). “Aquarius”, de Kleber Mendonça Filho, foi o vencedor do prêmio de melhor longa-metragem brasileiro, enquanto “Elle”, de Paul Verhoeven, foi eleito o melhor longa metragem estrangeiro. O prêmio de melhor curta-metragem ficou com “Estado Itinerante”, de Ana Carolina Soares.

filmes_11106_elle2Estrelado por Sônia Braga, “Aquarius” concorreu à Palma de Ouro no Festival de Cannes e foi premiado em diversos festivais internacionais. A atuação de Braga, celebrada como o “retorno da grande dama do cinema brasileiro” pela revista Rolling Stone americana chegou a incluir a atriz entre as cotadas a uma indicação ao Oscar meses atrás.

Já o suspense “Elle”, produção francesa estrelada por Isabelle Huppert, também foi exibido no Festival de Cannes do ano passado e traça uma trajetória vencedora em premiações internacionais. Premiado no Satellite Awards, Gotham Awards e em dezenas de associações de críticos, “Elle” ganhou força para o Oscar após Huppert vencer o prêmio de melhor atriz em drama e o filme ser laureado como melhor filme estrangeiro no Globo de Ouro.

Os dois filmes estarão em cartaz na 10ª Mostra O Amor, a Morte e as Paixões.

Comentários